"A CLINVET é um hospital veterinário 24 horas que cuida do seu pet com
competência e amor" Dra. Paola Américo

 

ATENDIMENTO
24 HORAS

Unrecognizable veterinarian is trimming nails dog, close-up

“Dá a patinha… que temos unhas pra cortar!!!

Muitos donos só lembram das unhas dos cãezinhos em um momento: quando os braços ficam levemente arranhados na hora da diversão a dois. Aí vem a frase, “hmmm, precisamos cortar as unhas do Totó”. Quando são cortadas depois, muito bem, o problema é quando essa percepção é esquecida e as unhas continuam crescendo, crescendo…

Que mal há nisso? Não é estética não. Há males, sim. Cortar as unhas significa cuidar da sua higiene e da sua saúde do Totó. “Unhas muito grandes podem encravar, quebrar, sem falar que acumulam sujeira e até pequenos parasitas”, explica a veterinária da Clinvet, Paola Américo.

Uma dica é acostumar o Totó desde bebê a cortar as unhas, assim ele vai ficar quietinho na hora que precisar. Como? Fingindo. Afinal, com dois meses ele ainda não vai precisar de cortes. Então, mexa nas patinhas do Totó e finja que está cortando unha por unha.

Cães de apartamento precisam cortar mais vezes as unhas do que os que vivem em quintais. Porque os Totós que fazem passeios na rua e caminham em pisos ásperos sempre já tem as unhas lixadas naturalmente. Os que ficam mais em pisos lisos não tem esse desgaste e precisam ter suas unhas aparadas constantemente.

Vamos ao corte…

Esse serviço costuma ser feito no Petshop. Os profissionais são mais indicados, já que possuem mais experiência e alicates especiais. Mas caso o dono prefira – ou precise – cortar as unhas do Totó em casa, deve tomar muito cuidado para não cortar demais e machucar os dedinhos. A veterinária Paola diz que tem que cortar só a pontinha, porque dentro das unhas possuem vasinhos de sangue e se cortar muito vai sangrar e até inflamar. “Só se deve cortá-las quando estiverem bem compridas ou virando para baixo. Não esqueça de cortar também a unha do quinto dedo”, diz a veterinária, lembrando que os Totós tem cinco dedos em cada pata dianteira, mas alguns possuem apenas quatro nas patas traseiras.

7 dicas ótimas

1. Aproveite um momento em que seu cão esteja calmo e tranquilo, depois de uma soneca, por exemplo. Assim ele ficará menos reativo.

2. Não brigue com ele enquanto corta as unhas, pois ele precisa associar esse momento com algo positivo.

3. Quando ele estiver calmo, dê petiscos a ele. Cada vez que você cortar uma ou duas unhas e ele demonstrar calma e tranquilidade, continue parabenizando com uma voz suave, palavras carinhosas e petiscos.

4. Corte a pontinha da unha, tomando cuidado pra não chegar no sabugo/veia. Unhas pretas são mais difíceis de visualizar o sabugo, portanto, CUIDADO REDOBRADO. Corte somente a pontinha mesmo.

5. Se ficar descamando, pegue a lixa e iguale a unha.

6. Se sangrar, coloque o pó hemostático ou amido de milho no local até parar o sangramento.

7. Quando acabar, recompense seu cão, com bastante carinho e elogios.

(Dicas extraídas de “Tudo Sobre Cachorros”)