"A CLINVET é um hospital veterinário 24 horas que cuida do seu pet com
competência e amor" Dra. Paola Américo

 

ATENDIMENTO
24 HORAS

legumes 02a

Legume pode??? Pooooode.

A Malala ama ração. Não fica sem comer, não.

 

Mas sempre pensei em dar uma alimentação mais natural para ela. A médica veterinária da Clinvet ajudou muito nisso dando dicas. Além da rotina de frutas – que falamos no último post – fui introduzindo, aos poucos, os legumes.

 

A primeira coisa que devemos ter em mente é que os legumes podem ser consumidos, mas nunca como alimento principal.

 

Todos que dei até hoje ela aceitou e comeu no primeiro dia. Ela ama uma novidade. Mas muitos, quando voltei a dar, ela cheirou… cheirou… e deixou no prato ou no chão.

 

Legumes em geral são ricos em vitaminas e fibras. Podem ser oferecidos na refeição ou como petisco entre uma e outra.

 

A maioria está liberada. Listei alguns:

  • Brócolis – o preferido da minha Malala.
  • Cenoura
  • Abóbora
  • Beterraba
  • Chuchu
  • Pepino

 

Mas vale o alerta da veterinária Paola Américo: tem que introduzir aos poucos na dieta deles e individualmente. Só assim vamos conseguir ver se eles não se adaptaram bem e se tal legume causou alterações gastrointestinais.

 

Os que não podemos oferecer nunquinha são cebola e alho. Por quê? São alimentos com uma substância que pode causar anemia.

 

Batatas, inhame e mandioquinha também não são indicados. Isso porque são legumes com toxinas que podem deprimir o sistema nervoso central e, ainda, provocar distúrbios gastrointestinais.

 

Bifinhos, biscoitinhos e ossinhos falando assim no diminutivo, parecem inofensivos, não é mesmo? Mas é bom ter cautela.

 

Primeiro, porque são alimentos industrializados e sabemos que, em grande quantidade, bem não fazem. Mas são feitos especificamente pra eles, os Totós amam e são ótimos quando usados como recompensa da hora de educá-los.

 

A veterinária Paola explica que os bifinhos e os biscoitinhos devem ser oferecidos com cautela para não promover o aumento do peso. Ossinhos devem ser oferecidos só às vezes também, pelos mesmos motivos. Mas oferecer hora ou outra tem suas vantagens. Ossinhos são ótimos para estimular a troca da dentição e distrair o bichinho, quando necessário.

 

Cristiane Amaral é jornalista, pós-graduada em marketing. Foi repórter da TV Tribuna, em Santos, e atualmente da TV Globo, em São Paulo. É mãe da Malala, uma maltês conectada nas redes sociais @malala_dog.